*



ARCEBISPO DE ÉVORA

ARCEBISPO DE ÉVORA
D. Francisco José Villas-Boas Senra de Faria Coelho


*


___________________________________________


2018 /2019



CC 162º Homens

CC 162º Homens

*

*
________________________________

____________________________________________

CONVOCATÓRIA

CONVOCATÓRIA
________________________________

MCC - REGUENGOS DE MONSARAZ

MCC - REGUENGOS DE MONSARAZ
Retiro da Cumeada

*




**

2017 /2018




_____________________________________________


CURSILHO 132º SENHORAS

CURSILHO 132º SENHORAS

132 S.

132 S.
-----------------------------------------------------

Centro de Ultreia de Elvas

Centro de Ultreia de Elvas

Encerramento Atividades 2017 /2018

Encerramento Atividades 2017 /2018
-----------------------------------------------------

161º HOMENS

161º HOMENS

Encerramento -161º Homens

Encerramento -161º Homens
-----------------------------------------------------

REVIVER

REVIVER

-----------------------------------------------------

XXII MINI-CURSILHO

XXII MINI-CURSILHO

-----------------------------------------------------

Cursilho 131º Senhoras

Cursilho 131º Senhoras

131º S.

131º S.
-----------------------------------------------------

Envio - 161 H. - 132 S. - Mini Cursilho

Envio - 161 H. - 132 S. - Mini Cursilho

*

*

**

**
***

*

*

*

http://dioceseevora.pt/?recent_works=arcebispo-de-evora-mensagem-quaresmal-para-2018




REFLEXÃO

REFLEXÃO
***

CURSILHO 160º DE HOMENS

CURSILHO 160º DE HOMENS
Casa das Irmãs Concecionistas - Elvas, 15 a 18/02/2018

*

*

*

*
*

***

***

***





** Cartaz /encerramento - 160º H.

** Cartaz /encerramento - 160º H.

***








** Cursilho 130º S. 18 a 21/01/2018

** Cursilho 130º S. 18 a 21/01/2018

*

*

**

**

**

**

**

**
CC 130º S. - Encerramento

***





"reflexão"

"reflexão"

*







Natal - Jesus Nasceu!

Natal - Jesus Nasceu!

*








MCC Elvas - Ceia de Natal 2017

MCC Elvas - Ceia de Natal 2017

Ceia de Natal

CONVÍVIO DE NATAL DO MCC ELVAS

O Centro de Ultreia de Elvas do Movimento dos Cursilhos de Cristandade, reuniu-se no passado dia 16 de dezembro de 2017, no restaurante São José em Elvas, para mais um convívio de Natal, há semelhança de anos anteriores, onde estiverem presentes além dos Irmãos de Elvas, os Irmãos do Centro de Ultreia de Campo Maior e da Terrugem.

Num ambiente de Alegria, Partilha, Amizade e Amor a Jesus Cristo, como é apanágio entre os Irmãos, disseram uma vez mais o seu sim, 48 Cursilhistas, proporcionando deste modo um serão muito agradável, onde se pôde degustar uma ementa composta pelas iguarias desta região alentejana.

Em clima de excelente harmonia, pese embora o tempo frio que se fazia sentir, primeiramente tomou a palavra, o Presidente do Secretariado de Elvas, João Pitéu, que numa breve alocução desejou a todos os presentes UM FELIZ E SANTO NATAL; de seguida tomou a palavra o Diácono Frederico Zagalo, que através de uma quadra natalícia nos colocou no verdadeiro Espírito Natalício, por fim e através de uma oração cantada, o nosso Diretor Espiritual, Sr. Padre Gerónimo, deu início à ceia de Natal.

Serviu este jantar para desejar a todos os Cursilhistas presentes e ausentes, um Santo e Feliz Natal e um próspero Ano Novo recheado de êxitos a todos os níveis. Que o Espírito Santo nos ilumine e São Paulo nos guie para melhor podermos servir os nossos irmãos em Cristo!

Decolores

António Peixoto.

*






_____________________________________________

*

*

*





159º H

159º H

CURSILHO 159º DE HOMENS – “Fazei o que Ele vos disser”

Após cerca de dois meses de preparação da Equipa Dirigente, partimos para a “Casa das Irmãs Concecionistas”, em Elvas, onde iria decorrer o 159º Cursilho de Cristandade de Homens, da Arquidiocese de Évora.

Na reunião preliminar da Equipa, já no cursilho, escolhemos como lema para o mesmo, a passagem evangélica das bodas de Caná.

Ao cair da tarde começaram a chegar os convidados, vindos de vários pontos da Arquidiocese.

A “casa estava cheia”, mas, por motivos de última hora, houve dois convidados que não puderam comparecer.

Os que iam chegando iam cumprimentando os que os acolhiam, pois quase nenhuns se conheciam.

· A mãe de Jesus estava lá. Jesus e os seus discípulos também” (Jo 2, 1).

Foi sob o manto e proteção de Maria que iniciámos a primeira fase do Cursilho, para que cada um tivesse a capacidade e “coragem” de parar e olhar para “dentro de si”.

As meditações e os rollos iam dando as pistas para cada um ir “rodando o filme da sua vida”.

Como sempre acontece, houve luta interior quando determinadas cenas afloraram no écran das consciências, mas também determinação para olhar em frente e querer entrar no barco com o mastro grande da Graça.

Pouco a pouco ia-se começando a sentir “fome” para a “refeição fraterna”. Mas:

· A mãe de Jesus disse-lhe: ‘Não têm vinho!’… Sua mãe disse aos serventes: ‘Fazei o que Ele vos disser!’” (Jo 2, 3-5)

Iam-se criando as condições para o grande encontro: com Jesus.

A meditação “A Pessoa de Jesus” e o “caixote” dos “Sacramentos”, revelavam o Amor e a misericórdia d’Aquele por quem ali nos encontrávamos.

Os rollosAção” e “Dirigentes”, através da vida dos respetivos rollistas, mostravam que é possível e necessário viver, conviver e testemunhar a vida da graça.

Os “serventes” iam conduzindo os convidados para a intimidade com o “grande Amigo”, no Sacrário.

Foi lá que foram destruídas as últimas “amarras”, para poderem correr para os braços do Pai, que os esperava ansioso para fazer festa.

Festa que se concretizou através do sacramento da Reconciliação.

Estavam criadas as condições para “a boda”.

· Disse-lhes Jesus: ‘Enchei as vasilhas de água.’ Eles encheram-nas até acima. Então ordenou-lhes: ‘Tirai agora e levai aos chefes de mesa.’” (Jo 2, 7-8)

E houve festa na Eucaristia da Unidade e compromisso.

Abraços, lágrimas, convidados que fizeram a primeira comunhão.

Mas, havia também que criar condições para deixar “o Tabor” e regressar aos respetivos ambientes, os quais, por certo, permanecerão iguais. Nós, sim, estavamos diferentes, pois levamos Cristo nos nossos corações.

Os rollosEstudo do Ambiente”, “Comunidade Cristã em Ação” e “Reunião de Grupo e Ultreia”, indicaram-nos os meios de perseverança que o Movimento nos proporciona, para que a experiência vivida nos três dias do cursilho se torne perene nas nossas vidas.

· Assim, em Caná da Galileia, Jesus realizou o primeiro dos seus sinais miraculosos, com o qual manifestou a sua glória, e os discípulos creram n’Ele” (Jo 2, 11).

Faltava o grande encontro com a “comunidade orante”, que se sacrificou, orou e recebeu os sacramentos, para que todos e cada um dos do 159 H, vivessem esta maravilhosa experiência.

O encontro deu-se na Igreja do Salvador, em Elvas, no dia de “Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo”.

Emoções à flor da pele, mais uma vez houve encontro, com lágrimas, sorrisos, mas acima de tudo, muita alegria porque todos partilhávamos o mesmo ideal.

Para que esta vida da Graça não se perca, há que viver o fundamental cristão na Reunião de Grupo e na Ultreia, por isso, os dirigentes dos vários centros de ultreia, bem como os “padrinhos” dos novos, deverão ajudá-los e acompanhá-los na formação do Grupo, e na exortação à participação nas Ultreias, sem o que, a vivência do Cursilho poderá ser apenas uma bonita, mas efémera experiência.

Para toda a família cursilhista, votos de um Santo e feliz Natal, vivido na Graça e no Amor de Cristo !

Fraterno abraço e bem hajam.

DE COLORES !

Saúl Quintas

*





Ultreia Diocesana - Momentos de União - Elvas 20171119

Ultreia Diocesana - Momentos de União - Elvas 20171119
foto: Nuno Piçarra (facebook)

*






"O NOSSO 4º DIA"

pág 1

pág 1

pág. 2

pág. 2

pág 3

pág 3

pág 4

pág 4

pág.5

pág.5

pág.6

pág.6



_____________________________________________



_____________________________________________

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



2016 /2017




_____________________________________________


Cursilho 129º Senhoras

Cursilho 129º Senhoras

129º S.

129º S.
-----------------------------------------------------

MCC na "TV Canção Nova - Portugal"

MCC na "TV Canção Nova - Portugal"
-----------------------------------------------------

Cursilho 158º Homens

Cursilho 158º Homens

158 H Encerramento - Portel 01

158 H Encerramento - Portel 01

158 H Encerramento - Portel 02

158 H Encerramento - Portel 02
-----------------------------------------------------

158º H. 01

158º H. 01

158º H. 02

158º H. 02
-----------------------------------------------------

.








V ULTREIA MUNDIAL

V ULTREIA MUNDIAL

Ultreia Mundial - Programa

Ultreia Mundial - Programa

.

.

.

.

Momento de “Graça e reflexão do MCC da Arquidiocese de Évora”

Momento de “Graça e reflexão do MCC da Arquidiocese de Évora”

Momento de “Graça e reflexão do MCC da Arquidiocese de Évora”


Família, união e compromisso, foram o que ficou gravado nos corações dos 140 irmãos cursilhista que se reuniram na casa de todos nós, das Irmãs Concecionistas, em Elvas.
De todas as periferias unidos a um compromisso: "ser pescador de homens".
Decolores
E tal como Eduardo fica o compromisso…
Além, sempre mais além!...

29/01/2017, Nuno Piçarra

.

.

FESTIVIDADE DE NATAL

A novena do Advento culmina com a Festividade do Natal, festa da Família por excelência. Nela revemos a Família de Nazaré, no nascimento, na esperança, no amor, na paz entre todos os nascidos à semelhança do Salvador Jesus Cristo, Filho da Virgem Maria.

A tradição condicionada a estes princípios conduziu os povos a aproximação tal, quais pastores em Belém que quando avisados pelo Anjo, anunciando a vinda do Salvador, O foram adorar (Lc.II,8-18).

Na Comunidade do MCC de Elvas também seguimos estes preceitos e de forma coordenada reunimo-nos e celebrámos festivamente no Restaurante S.José, a Festa da Família Cursilhista. Cerca de seis dezenas de irmãos, acompanhados pelo sr. Padre Jerónimo e Diácono Santana, festejámos o Natal em franca harmonia e fraterno convívio. Invocámos o Espírito Santo, rezámos à Mãe do Filho de Deus feito Homem, as Graças divinas; partilhámos vivências, cantámos as tradicionais canções do Natal de Elvas, saboreámos os típicos e saborosos manjares culinários preparados pelo esmero e profissionalismo da Família Damião.

A fraternidade e união na Fé em Jesus Cristo, prevaleceram uma vez mais: “Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, aí estou Eu no meio deles”(Mt.XXVIII,20), é com tal regozijo que se partilha, confiantes de que com Jesus somos “maioria absoluta”.

De Colores






_____________________________________________



_____________________________________________

IV RETIRO DE MUDANÇA - 22 e 23 de Outubro de 2016

IV RETIRO DE MUDANÇA - 22 e 23 de Outubro de 2016

No dia dois de Outubro de 2016, no Convento do Calvário, em Évora, aconteceu o envio da Equipa Responsável e equipa da Cozinha, do IV Retiro de Mudança da Arquidiocese de Évora.

Ao ser chamada para esta missão, e, como é hábito, dei o meu sim, mas desta vez com uma preocupação acrescida, pois o Senhor Jesus chamou-me para ser, pela primeira vez, Reitora de um Retiro de Mudança. Senti que o Senhor me desafiava e queria pôr à prova, mais uma vez, a minha entrega e confiança…!

O Evangelho desse Domingo (Lc. 17,5-10), apelava à humildade na Oração e ao Serviço, concretamente no (versículo 10). “Assim, também vós, quando tiverdes feito tudo o que vos foi ordenado, dizei: Somos servos inúteis; fizemos o que devíamos fazer.” Aqui estava o “grande alicerce” para a concretização desta missão:(Oração e Sacrifício). Foi de facto a “alavanca”, onde desde o primeiro momento, me apoiei: Oração e Intimidade com a Santíssima Trindade, e nesta intimidade, numa grande confiança, não em mim, mas na ajuda de Deus, todo o serviço, de orientação deste Retiro foi facilitado. Através da Oração consegui experimentar a graça do abandono à vontade do Pai.

No dia 21 de Outubro, sexta feira, ao final do dia, chegara à Casa das Irmãs Concepcionistas, vindos dos Centros de Ultreia de: Évora – Estremoz – Alcácer – Coruche – Reguengos e Portel, 28 cursilhistas, ávidos de viver a experiência do Retiro de Mudança.

Nos dias de Sábado e Domingo, através da mensagem dos Rolhos - dos Trabalhos de Grupo e dos Encontros no Sacrário, cada elemento teve a oportunidade de perceber a necessidade de evitar o pecado grave, que leva ao corte com a Graça de Deus, recebida na Comunhão dos Santos. Foi também salientada, a necessidade de cortar com o pecado leve, que levam ao “amolecimento” da fé, e dificulta o Caminho para a Perfeição, para a Santidade, que não é mais que a vida em Deus. Mais uma vez, neste Retiro, o Senhor me mostrou que não chega, evitar o corte com a Graça de Deus, evitando o pecado grave. Importa que a minha vida de mulher cristã, persevere no caminho de maior proximidade com Deus, e isso só é possível, evitando todo o pecado, seja ele grave ou leve.

Devo ainda fazer referência, além de outros, a três grandes momentos, vividos neste Retiro.

1- Na noite de Sábado, após a Reconciliação: a entrega da Luz de Cristo a cada elemento – e a consagração a Cristo Rei, junto ao Santíssimo Exposto, foi viver, já na terra, um “bocadinho de Céu”. Foi algo de muito profundo que Cristo nos deixou viver.

2- Ao longo do Retiro foi uma crescente experiência em Deus. O Encerramento foi mais um “manancial” de Graças, através dos Testemunhos das Decúrias e dos Cursilhistas de vários Centros de Ultreia, que nos honraram com a sua presença e, com o seu Testemunho. Foi reconfortante ver quase cheio o anfiteatro daquela Bendita Casa.

3- A Eucaristia, vivida e participada por todos, elementos do Retiro e visitantes, foi um momento muito marcante de proximidade com Senhor. A Graça de Deus quase se podia “palpar”, na experiência comunitária, perante o Mistério Eucarístico, realizado no Altar.

E antes da partida, foi igualmente emocionante a despedida de todo o Retiro de Mudança, junto do sacrário, orientada pelo nosso Diretor Espiritual, Senhor Padre Ricardo, que a todos deixou palavras de conforto espiritual e apelou à perseverança no caminho da Santificação.

Por tudo o que vivi, e todos tiveram oportunidade de viver, bendigo a Deus por nos ter levado, a dar mais um passo, no Projeto de Santidade que o Senhor tem para cada um de nós.

Maria Joana Verdugo

DECOLORES

MCC - ATIVIDADES

MCC - ATIVIDADES

.

.

_____________________________________

_____________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_____________________________________________________________________





2015 /2016








CURSILHO 127º S.

CURSILHO 127º S.

---------------------------------

---------------------------------

CURSILO 127º SENHORA

CURSILO 127º SENHORA

CURSILHO 156º HOMENS

CURSILHO 156º HOMENS

__________

__________

REVIVER - Nª Srª da Enxara - Campo Maior - 2016/04/16

REVIVER - Nª Srª da Enxara - Campo Maior - 2016/04/16

-----------------------------------------

-----------------------------------------

CURSILHO 126º SENHORAS

CURSILHO 126º SENHORAS

_________

_________

-----------------------------------------

-----------------------------------------

-------------------------------------

-------------------------------------

----------------------------------------

----------------------------------------

---------------------------------------

---------------------------------------

----------------------------------------

----------------------------------------

ENCERRAMENTO

ENCERRAMENTO

------------------------------------





-------------------------------------------------

QUARESMA - 2016

QUARESMA - 2016


-----------------------------------



...

...

__________

__________
APRESENTAÇÃO MUNDIAL (clique na imagem)

ANO PASTORAL 2015 /2016













___________________________________

QUARESMA 2016

QUARESMA 2016

___________________________






--------------------------------------

---------------------------------

---------------------------------

Cursilho 125º Senhoras

Cursilho 125º Senhoras

C 125 S

C 125 S

_____________________

_____________________

__________








II ESCOLA DIOCESANA

II ESCOLA DIOCESANA

...

...

..............................

..............................
____________________

CURSILHO 154º HOMENS

CURSILHO 154º HOMENS
...

...

...

ENCERRAMENTO DO CURSILHO 154º H. - TERRUGEM - ELVAS - 2015/11/29

ENCERRAMENTO DO CURSILHO 154º H. - TERRUGEM - ELVAS - 2015/11/29
fotos: (do facebook) P. Jerónimo Fernandes

...

...
...

...

...
...

...

...
...

---

---
___________________________

RETIRO DE MUDANÇA - 2015/10/23a25

RETIRO DE MUDANÇA - 2015/10/23a25

A Arquidiocese de
Évora realizou o seu 3º. Retiro de Mudança, que decorreu, como habitualmente na
Casa das Irmãs Concepcionistas, em Elvas.
A Equipa Reitora já
foi constituída por Dirigentes da Arquidiocese e participaram nesta experiência
/ vivência mais 38 Cursilhistas de diversos Centros de Ultreia.
Segundo os testemunhos
dos participantes, foi uma experiência muito rica, que reavivou em todos a
importância e necessidade da Reunião de Grupo, como meio de perseverança para
crescimento na Fé e na Amizade, que todos os Cursilhistas deverão procurar ter.

-------------------------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------------



MINI CURSILHO - 2015/10/17 e 18

MINI CURSILHO - 2015/10/17 e 18

Equipa da Arquidiocese de Évora deslocou-se a Braga


Equipa do
Minicursilho da Arquidiocese de Évora deslocou-se a Braga
A equipa coordenadora dos Minicursilhos
para casais da Arquidiocese de Évora foi contactada pelo nosso Secretariado Diocesano,
para, a convite do Secretariado Diocesano do MCC de Braga, orientar, naquela arquidiocese,
o primeiro Minicursilho, nos dias 17 e 18 de outubro.
O Minicursilho teve lugar na
Apúlia, no Centro Social João Paulo II, um espaço acolhedor, amplo e com uma
capela que nos convidava à oração e ao recolhimento. Acompanhou a equipa de
leigos o padre António Carlos, diretor espiritual dos Minicursilhos.
A experiência deste encontro foi
vivida por vinte e seis casais, acompanhados pelos diretores espirituais locais,
padre José Machado e padre José António Andrade, com o apoio incondicional e muito
próximo da Inês Rodrigues, presidente do Secretariado Diocesano.
A equipa aceitou o convite ciente
de que se tratava de mais um chamamento do Senhor, pelo que o entusiasmo,
alegria, oração e espírito de caridade estiveram sempre presentes. E desde o primeiro
momento sentimo-nos acolhidos pelos irmãos cursilhistas de Braga, como
verdadeiros irmãos em Cristo.
Partilhámos vida da nossa vida
com os casais que fizeram este Minicursilho e de todos recebemos reconhecimento
e apreço, manifestados quer ao longo dos trabalhos quer no encerramento e na
eucaristia, na qual se fez a renovação das promessas matrimoniais.
Na tarde de sábado esteve também connosco
o senhor bispo auxiliar, D. Francisco Senra Coelho que, para além de se
congratular com a nossa presença em terras minhotas, deixou um forte apelo à
militância e ao empenho de todos os cursilhistas para a revitalização do
Movimento naquela arquidiocese.
De Colores. Casal Zagalo

------------------------------------------------------------------------
------------------------------------------------------------------------


I ESCOLA DIOCESANA - 2015/10/11

I ESCOLA DIOCESANA - 2015/10/11

Para dar início ao novo ano
pastoral de 2015/2016, aconteceu a 1ª Escola diocesana da Arquidiocese de Évora
no dia 11 de Outubro de 2015, pelas 15,30h, no Convento do Calvário.
Após o acolhimento aos irmãos cursilhistas com cânticos de alegria e de
louvor ao Senhor, de acordo com a ordem de trabalhos, o presidente do
secretariado David Rodrigues apresentou e tomou posse o novo secretariado, para
exercer funções no triénio de 2015/2017.
De seguida o director espiritual Sr. Padre Ricardo Lameira fez uma
reflexão com base nos desafios deste ano “a misericórdia do Pai” apelando ao
nosso compromisso de sermos pessoas verdadeiramente cristãs, conscientes do
valor do nosso baptismo, dentro e fora do movimento, guiados pelo lema “sede
misericordiosos como o nosso Pai”.
Depois o presidente, de uma forma global, fez a apresentação dos Estatutos
do MCC e do calendário das actividades
para este ano pastoral.
Por fim foi feito o envio das equipas: III Retiro de Mudança, 154º
Cursilho de Homens, 125º Cursilho de Senhoras com a entrega e a confiança no
Espirito Santo e em Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe.

Milú
DECOLORES!...

------------------------------------





CALENDÁRIO DE ACTIVIDADES

CALENDÁRIO DE ACTIVIDADES
---------------------------------------------------------------

______________________________





Meeting with the Cursillo Movement

Meeting with the Cursillo Movement
O Papa aos Cursilhistas (clique na imagem)

________________________________







"o nosso 4º dia" - pág 1

"o nosso 4º dia" - pág 1

"o nosso 4º dia" - pág. 2

"o nosso 4º dia" - pág. 2

"o nosso 4º dia" - pág. 3

"o nosso 4º dia" - pág. 3

"o nosso 4º dia" - pág. 4

"o nosso 4º dia" - pág. 4
____________________

_



MCC - Movimento Pontifício

MCC - Movimento Pontifício

__________

__________________________

__________________________
_





________________________________________

seguidores

Não existem mensagens. Mostrar todas as mensagens
Não existem mensagens. Mostrar todas as mensagens